Notícias

Ver notícia

A concessionária Águas de Penha, empresa responsável pelo saneamento básico do município, continua trabalhando sem medir esforços para oferecer o melhor serviço à população. Entre o dia 15 de dezembro de 2022 e o dia 3 de janeiro de 2023, a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Penha distribuiu sozinha mais de 87 milhões de litros de água, com uma alta de 62% em relação aos 53 milhões de litros do mesmo período da temporada passada.

Ao todo, foram distribuídos no período mais de 204 milhões de litros de água em Penha. O montante total de água tratada distribuída em Penha conta também com o suporte dos poços tubulares de grande profundidade e da importação de água de Balneário Piçarras.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Turismo, a cidade recebeu, no período, cerca de 250 mil pessoas entre veranistas e turistas, o que corresponde a mais de sete vezes o total da população média do município. Dados do Instituto Brasileiro de Estatística (IBGE/ano base 2021) apontam que a população fixa da cidade é de 34.022 pessoas.

“Desde 2020, com a entrega da ETA Penha, a concessionária reafirmou com o município o seu compromisso de um atendimento cada vez melhor em abastecimento de água, o que vem se realizando. Neste ano melhoramos ainda mais o nosso atendimento no momento de pico. Nosso foco é a melhoria contínua como merece o penhense”, destaca Reginalva Mureb, presidente da concessionária.

Para assegurar o fornecimento de água e reduzir os riscos de precariedade durante o período de maior consumo, a Águas de Penha desenvolveu um plano de ação que previa, por exemplo, a disposição de aproximadamente 200 litros de água por segundo, considerando o volume da ETA Penha, poços tubulares de grande profundidade e água importada de Balneário Piçarras. Também foram feitas melhoras nas captações das lagoas 1 e 2 no bairro Santa Lídia, automação do Centro de Controle Operacional e avanços nos sistemas de pressão dos bairros São Cristóvão e São Nicolau. Por conta da vocação turística do município, o verão é um dos períodos com maior consumo de água no litoral norte de Santa Catarina.

Henrique Gonçalves Mendes, coordenador de operações da Regional SC, destaca que o aumento na oferta de água tratada entregue a população durante o período de maior consumo do ano também pode ser atribuído à redução dos índices de perdas. Em novembro, a Águas de Penha obteve um dos menores índices de perda de água tratada de sua história: 21%. Os índices positivos alcançados pela concessionária são bem inferiores à média nacional. De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (SNIS), ano base de 2020, o país perde 40,1% de toda água potável captada nos sistemas de distribuição.

Compartilhar:

Veja Também

2° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
2° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Principais Dúvidas Saiba mais
Principais Dúvidas

Há algum projeto de revitalização sendo realizado no Rio Iriri e Gravatá? O Rio Iriri possuirá um ponto de lançamento de efluente tratado...

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Penha e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Calendário Saiba mais
Calendário

Ação: Audiência Pública para apresentação do cronograma das obras de implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto na Câmara de...