Notícias

Ver notícia

O consumo de água em Penha, no litoral norte de Santa Catarina, cresceu 17,33% de 15 de dezembro de 2023 a 2 de janeiro de 2024, chegando a 240.371,51 metros cúbicos, considerando os volumes importados de Balneário Piçarras, Estação de Tratamento de Águas (ETA Penha) e poços artesianos. No mesmo período da temporada passada, foram distribuídos 204.836,61 metros cúbicos.

Se considerado só a ETA Penha, o aumento no período de maior consumo foi de 24,99%, saltando de 87.034.64 metros cúbicos na temporada anterior para 108.781.33 metros cúbicos na temporada atual.

O aumento no consumo é explicado pelo grande movimento de veranistas que visitam a cidade durante o verão. Para fazer frente à demanda, a Águas de Penha realizou nos últimos anos obras de ampliação da capacidade de produção, reservação e distribuição de água no município. Gilberto Manzoni, representante da Associação dos Moradores e Amigos da Praia Grande (AMAPG), lembra que, no que se refere a distribuição de água, Penha está resolvida, mas precisa agora avançar na implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto, cujas obras iniciaram em 2023. “Este ano não tivemos reclamações de água”, pontuou.

 “Não tivemos nenhum problema com fornecimento de água no período de maior consumo”, pontua o vereador Adriano de Souza, o Tibeco, presidente da Câmara de Vereadores de Penha. Ele lembra que, mesmo regiões consideradas mais críticas (as chamadas pontas de rede) não registraram problemas de desabastecimento. “Para nós, que em anos anteriores chegamos a ficar 17 dias desabastecidos, passar a temporada com água nas torneiras é um alento”, completa Tibeco.

A percepção de Gilberto e Tibeco em relação a oferta de Água é compartilhada pelo vereador Maurício Brockveld. “Este ano não tivemos nenhuma reclamação de falta d´’água”, disse.  “Temos que agradecer e dar os parabéns à Águas de Penha que realmente fez o dever de casa dela e está aí o resultado”, destacou.

Além das obras estruturantes, a concessionária também realizou ações pontuais para atender a demanda do verão, como o aprofundamento dos pontos de captação das lagoas do bairro Santa Lídia, a substituição das bombas de captação, a manutenção preventiva dos poços artesianos, a instalação de um booster no bairro São Cristóvão e a previsão do uso de geradores de energia, em caso de problemas no sistema.  

Desde o começo da concessão, a Águas de Penha vem desenvolvendo ações para aumentar a oferta de água do município. “O trabalho da empresa na temporada é uma demonstração dos cuidados da Águas de Penha com os moradores e com as pessoas que visitam a cidade”, destaca Reginalva Mureb, presidente da concessionária. “Muitos dos moradores e visitantes se recordam de como era a precariedade do abastecimento em Penha alguns anos atrás”, completa.

Apesar capacidade ampliada de atender a demanda, a concessionária orienta moradores e veranistas para que façam uso consciente na temporada de verão. Algumas dicas são:

– Tomar banhos mais rápidos

– Deixar acumular louça para lavar de uma vez

– Adiar a lavagem de carros, calçadas e quintais

– Não descartar a água de piscinas, mas fazer a limpeza com o uso de alvejante com cloro e cobrir no período da noite para evitar sujeira e evaporação

Compartilhar:

Veja Também

Águas de Penha divulga Balanço Social 2021 Saiba mais
Águas de Penha divulga Balanço Social 2021

A concessionária Águas de Penha acaba de divulgar o balanço social de 2021, com destaque para as contribuições da companhia para a socied...

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Penha oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Sanear Penha Saiba mais
Sanear Penha

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.